PIX: saiba como identificar riscos

Tudo sobre meios de pagamentos

PIX: saiba como identificar riscos

Apesar do sistema seguro, golpistas utilizam links e notícias falsas para aplicar fraudes; saiba como identificar e evitar riscos.

Nas últimas semanas, um dos assuntos mais comentados do setor econômico tem sido o PIX, novo meio de pagamento brasileiro criado pelo Banco Central. Se por um lado, ele promete causar uma revolução e facilitar a vida de toda a população participante do setor financeiro, por outro, o modelo já causa preocupação, devido aos golpes que começaram a circular durante o período de cadastramento dos usuários.

O fato é que o sistema em si é completamente seguro – já que possui todas as medidas de segurança necessárias. Porém, o que tem trazido dor de cabeça são os golpes através de outros sistemas que podem enganar o consumidor sem conhecimento sobre o assunto.

Túlio Iannini, CEO da U4crypto – fintech mineira reconhecida no mercado – diz que o principal desafio acerca do assunto é conscientizar toda a população sobre a necessidade de checar informações e ensiná-las a usar corretamente os meios seguros disponibilizados pelo banco. “Ainda vivemos um período em que muita gente não possui facilidade em mexer na internet ou diferenciar o que é seguro ou não. Além disso, com a revolução tecnológica, os fraudadores buscam todos os dias novas formas de aplicar tais golpes. Portanto, os cuidados devem sempre ser redobrados”, alerta.

Contudo, Túlio afirma que ao seguir algumas orientações é possível se sentir tranquilo e seguro na hora de realizar transações financeiras e outras tarefas diárias na internet.

Cuidados com o PIX

Desde o começo do cadastramento do PIX aumentaram os relatos a respeito de golpes financeiros. Os mais comuns referem-se à links duvidosos em aplicativos de mensagem, promoções em sites desconhecidos e fake news. Para driblar qualquer um desses modelos de golpe, dentre outros, Túlio separou algumas orientações básicas para seguir. Confira:

1 – Sempre desconfie de links recebidos em redes sociais ou aplicativos de mensagem; faça uma boa checagem na mensagem que receber e verifique se o site para onde o link direciona é seguro. Além disso, caso o link seja encurtado, redobre a atenção e evite clicar;

2 – Faça o cadastro ou qualquer movimentação apenas nos canais oficiais do seu banco. Em caso de dúvidas, vá até a agência mais próxima ou ligue nos números localizados em seu cartão ou fatura do banco. Evite também ligar para números desconhecidos que não tenham sido disponibilizados por tais meios;

3 – O cadastramento do PIX é realizado apenas pelos canais oficiais do banco. Portanto, não insira informações pessoais em qualquer outro meio;

4 – Evite passar informações pessoais para terceiros, mesmo conhecidos.

5 – Desconfie de promoções muito generosas ou promessas de dinheiro fácil na internet.

Fonte: Túlio Iannini, CEO da U4crypto. Possui mais de 20 anos de experiência em TI e como empreendedor na área. Atuou como Presidente da ASSESPRO-MG e Vice Nacional (Federação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação) entre 2009 e 2012. Participante do programa de aceleração de Startups da ENDEVOR Brasil – Scale Up 2018. É mestrando em Administração com MBA em Gestão da Competitividade e Graduado em Comunicação Empresarial.

SEGS
https://www.segs.com.br/mais/economia/260396-pix-saiba-como-se-prevenir-de-golpes